O que o Espiritismo pode nos dar

O que o Espiritismo pode nos dar – Amílcar Del Chiaro Filho

Não peçam ao Espiritismo aquilo que ele não pode dar, e não terão decepções. Entretanto é bom saber aquilo que o Espiritismo não pode nos dar.

Com certeza ele não dará riquezas materiais, nem meios de enriquecer sem fazer força. Ele não fará revelações bombásticas, nem facilitará descobertas e invenções. Nem tão pouco é um hospital mágico.

Em resumo, o Espiritismo se ocupa das coisas do Espírito. Parece pouco? Mas não é. Allan Kardec escreveu, já em 1861, que o Espiritismo tem duas forças preponderantes. A primeira, é que torna felizes os que o conhece, compreende e pratica.

Com certeza está aí uma grande força realmente, pois existe muita gente infeliz, que ao conhecer o Espiritismo, muda suas vidas e melhoram o seu caráter. A compreensão dos aspectos espirituais da vida tranqüiliza as pessoas, porque mostra que não precisamos de muita coisa para viver.

A Segunda razão lógica do Espiritismo, é que a Doutrina não repousa numa única cabeça. Embora seja habitual afirmar que ela é dos espíritos, na verdade, é a conjugação dos esforços dos homens e dos espíritos, principalmente de Allan Kardec.

O próprio Kardec disse: O espiritismo não repousa na cabeça de um único homem que possa ser derrubado. Os espíritos estão por toda parte e podem se comunicar onde quiserem, pois não existe um só lugar, uma só família que não tenha um médium em seu seio.

Porque enfim o Espiritismo é uma idéia e não há barreiras impenetráveis à idéias, nem bastante altas para que estas não as transponham. A Doutrina Espírita tem a vocação de expandir-se.

Foi por isso que Allan Kardec afirmou que o Espiritismo amplia os horizontes da humanidade. E como amplia! Ser espírita é trazer o coração leve, e a certeza da imortalidade, das finalidades superiores da vida. Se você é espírita, ame-o com muito carinho, e valorize-o.

 20 Serviços que o Centro Espírita Faz Por Você – André Luiz (espírito)

  • Integra você no conhecimento de sua posição de criatura eterna e responsável diante da vida. – Você é seu responsável.
  • Expõe o sentido real das lições do Cristo e de todos os outros mentores espirituais da Humanidade, nas diversas regiões do Planeta. – Universalidade do conhecimento.
  • Suprime-lhe as preocupações originárias do medo da morte, provando que ela não existe. – Quando conforto leva as pessoas que perderam afetos.
  • Revela-lhe o princípio da reencarnação, determinando o porquê da dor e das aparentes desigualdades sociais. – Elucida que estamos no melhor local e situação para o nosso futuro.
  • Confere-lhe forças para suportar as maiores vicissitudes do corpo, mostrando a você que o instrumento físico nos reflete as condições ou necessidades do espírito. – As mazelas do corpo provém do espírito.
  • Tranqüiliza você com respeito aos desajustes da parentela, esclarecendo que o lar recebe não somente afetos mas também ao desafetos de existências passadas, para a necessária regeneração. – A importância do lar.
  • Demonstra-lhe que seu principal templo para o culto da Presença Divina é a consciência. – Chegar ao final do dia e questionar a nossa consciência se alguém teve o que se queixar de nós. As leis de Deus estão gravadas em nossa consciência.
  • Liberta-lhe a mente de todos os tabus em matéria de crença religiosa. – Elimina a dependência de dogmas.
  • Elimina a maior parte das suas preocupações acerca do futuro além da morte. – Porque o espiritismo vai nos esclarecer e comprovar a continuidade da vida.
  • Dá-lhe o conforto do intercâmbio com os entes queridos, depois de desencarnados. – Quanto conforto aos desesperados é fornecido pelas comunicações dos dois mundos.
  • Entrega-lhe o conhecimento da mediunidade.
  • Traça-lhe providencias para o combate ou para a cura da obsessão. – Como atraímos os obsessores, e como uma mudança de comportamento é suficiente para nos livrar.
  • Concede o direito da fé raciocinada. – Confrontar a fé a razão.
  • Destaca o imperativo da caridade pôr dever. – Fora da caridade não há salvação.
  • Auxilia você a revisar e revalorizar os seus conceitos de trabalho e tempo. – O que realmente deve ter prioridade em nossas vidas.
  • Concede-lhe a certeza natural de que, se beneficiamos ou prejudicamos alguém, estamos beneficiando ou prejudicando a nós próprios. – Sempre se colhe aquilo que planta.
  • Garante-lhe a serenidade e paz diante da calúnia ou da crítica. – Se não receber a oferta, ela permanece com quem a possui.
  • Ensina você a considerar adversários por instrutores. – Dificuldade sempre é escola.
  • Explica-lhe que, pôr maiores que sejam as dificuldades exteriores, intimamente você é livre para melhorar ou agravar a própria situação.
  • Patenteia-lhe que a fé ilumina o caminho, mas que ninguém fugirá da lei que manda atribuir a cada um segundo suas obras pessoais.

Nos conforta quando informa que: “A ninguém é permitido voltar para modificar o futuro, mas a todos é permitido, a partir de agora, construir um novo fim.”

Por que ir à casa Espírita?

A Casa Espírita é um ambiente propício para encontrarmos a paz, o reconforto, compreensão, esclarecimento.

A Casa Espírita é o lugar onde espíritos iluminados vem em missões de divulgação das Leis Naturais, bem como em atendimento aos sofredores dos dois planos da vida.

Na Casa Espírita é onde irmãos encarnados dedicados (inspirados pelos mentores), buscam em pesquisas, nos passar a interpretação correta da mensagem do Cristo através de palestras edificantes.

Na Casa Espírita, com a divulgação dos ensinos de Jesus, compreendemos aos poucos que seremos cada vez mais felizes quanto mais pautarmos a nossa caminhada de acordo com as Leis Naturais.

Na Casa Espírita, devido à reunião dos trabalhadores do Cristo, a atmosfera espiritual está repleta de luzes e energias salutares que reorganizam as nossas forças.

Na Casa Espírita, relembraremos os ideais cristãos, buscando sufocar as nossas imperfeições e elevarmos os nossos valores morais, gravados indeléveis em nossas consciências, por bondade do Criador.

O Espiritismo é uma doutrina libertadora e faz um bem enorme a quem se coloca sob sua orientação a serviço de Jesus.

A Bomba D’água – Amílcar Del Chiaro Filho

Um homem caminhava por um deserto, com muito calor e muita sede. Apesar de tudo ele arrastava-se na esperança de encontrar a salvação, e não estava enganado, pois viu ao longe uma casa de madeira em ruínas e com muito esforço chegou até ela. Não encontrou nada para beber ou comer, porém encontrou uma pequena sombra, onde deixou-se cair para descansar.

Ele começou a olhar as coisas à sua volta e viu uma bomba d’ água manual. Pensou consigo: o poço deve estar seco. Mas ele viu, também uma garrafa quase cheia de água e já ia tomá-la, quando percebeu um papel colado nela, que depois de limpo da poeira, ele viu que eram instruções para fazer a bomba funcionar.

O bilhete dizia que era preciso despejar todo o conteúdo da garrafa na boca do cano que descia para o poço, para, que a bomba funcionasse. Com a garrafa de água na mão, veio a dúvida. E se eu despejar a água e a bomba não funcionar? Após alguns instantes ele resolveu arriscar e seguiu as instruções.

Depois começou a bombear e o mecanismo rangia e nada de água, contudo ele continuou. Após alguns minutos ele percebeu um filete de água e depois a água correu fartamente, limpa, pura, deliciosa. Olhando para a garrafa ele percebeu um recado: não se esqueça de encher a garrafa antes de partir.

Sempre bom prepararmos as coisas para que outros usufruam também. Ao partirmos deste mundo, vamos deixar uma garrafa com um pouco de felicidade e instruções para fazer os mecanismos da vida funcionar, tranqüila e feliz.

Centro Assistencial Portal da Luz

Rua Antônio Rossato, 596 – Bairro Marechal Floriano – Caxias do Sul – RS – Fone: (54) 3211.4937